terça-feira, 17 de agosto de 2010

Parada 171 - É melhor falar com um padre

Trabalhando na porta de uma faculdade, entre o final do período vespertino e início do noturno, me aproximei de três garotos entre 16 e 19 anos, que estavam bicando as menininhas gostosinhas.

Dois deles compartilhavam uma vodka com limão.
Eles não eram da facu, estavam ali para se deliciar apreciando "as mina" e provavelmente bater uma mais tarde (dando um incentivo à imaginação!).
O que me chamou a atenção é que, conforme o tempo passava e o álcool ia fazendo efeito as perguntas e dúvidas ficavam cada vez mais absurdas, revelando uma total ignorância sobre sexo.

Aí pude perceber que a informação que possuíam vinha de filmes pornôs gravados nos celulares, que me deram pra assistir.

Então vamos lá:

O tamanho do pinto não deve interferir na sua performance sexual.

Dois pintos que vi no filminho do celular - com os quais uma loura gostosa brincava - duros e eretos pareciam ter uns 40cm!!!

Ora... isto é feito com técnicas usadas para modificar a imagem dos paus.

As nossas medidas - com ligeiras variações - é que são as normais.

Aqueles tamanhos são impossíveis e, se fossem reais, não ficariam duros o tempo que ficaram, perpendiculares ao corpo.

E a força da gravidade?!

A quantidade de esperma - abundante - não passa de um truque de vídeo: é reprisada várias vezes sem que você perceba para dar a a impressão de que são baldes de porra.

Atores profissionais de filme pornô fazem uma dieta especial para aumentar o volume do liquido seminal, mas jamais conseguindo o que eu vi naquele celular!

Outra coisa:
A penetração rápida, com força e profunda - vulgarmente chamada "socar" -, muito usada em filmes... nem todas as mulheres gostam. O prazer feminino se encontra sobretudo na entrada da vagina (além de no clitóris) e o meter fundo pode machucar o colo do útero.

Por isso na vida real muitas mulheres acham que têm o "útero baixo". Homens também fazem este comentário.

Mulheres também ejaculam, mas se o volume que sai da uretra for abundante, pode parecer que ela esteja urinando. Muita gente até confunde, mas que fique claro: jamais será um jorro parecido com o masculino. Jamais!

E, por fim, garotos... não tem como a mulher engravidar pelo cu!

Pelo amor de Deus!

Mesmo que se faça uma dupla penetração - vagina e ânus!

No mesmo filminho "didático" o casal curra o rapaz que "teria" engravidado a "mocinha" por trás.

Isto é apenas roteiro de cinema e serve para você bater uma punheta, mas nunca levem como verdade estas informações de filmes pornôs, pois a indústria cinematográfica vai sempre criar roteiros fictícios e inverídicos.

O objetivo não é ensiná-los a transar e sim fantasiar e excitar!

Antes perguntar para um padre - que teoricamente não trepa - do que levar essas informações ao pé da letra!

4 comentários:

Will disse...

Não engravida pelo cú??? Ah, então vou parar...

Rogerio Du Vale disse...

Como sempre existe uma gama de adolescentes sem acesso a essas informações, principalmente meninos que buscam um status sexual por assim dizer em relação ao seu desempenho em campo.
Parabens pela ação.

Rogerio Du Vale disse...

Parabéns pela ação. Como sempre os meninos loucos para ser o melhor jogador do campo...atrás de status acabam se poluindo com informações erradas e o prazer fica pra trás literalmente.

Will disse...

Cadê?! Desistiu?